Category Archive : Esportes

Spotify revela as principais tendências para um 2020 com mais qualidade de vida e (claro!) mais música

Um ano novo se inicia e com ele chega o momento de renovar aquela lista de metas e prioridades para o próximo ano: pegar firme na academia, melhorar a alimentação e até aliviar o estresse do dia a dia.

Não importa quais sejam os objetivos, o Spotify reuniu as principais tendências da plataforma para te ajudar a pegar firme nessa rotina de autocuidado, baseado nas mais de 54 milhões de playlists focadas em estilo de vida e conteúdos que os usuários do Spotify estão ouvindo globalmente. Afinal, por que não deixar a música dar aquele “empurrãozinho” nas metas para melhorar a qualidade de vida em 2020?

Em 2019, as 10 músicas mais escutadas para treinos e atividades de bem-estar no Brasil foram:

1 – Ed Sheeran e Justin Bieber: I Don’t Care
2 – Alok, Felix Jaehn, The Vamps: All the Lies
3 – Bastille, Marshmello: Happier
4 – Sam Smith, Normani: Dancing With A Stranger
5 – Maroon 5, Cardi B: Girls Like You
6 – Anitta, Lexa, Luísa Sonza, Mc Rebecca: Combatchy
7 – Shawn Mendes: If I Can’t Have You

8 – Sofia Reyes, Anitta, Rita Ora: R.I.P.
9 – Shawn Mendes: Lost in Japan
10 – Jonas Blue, Lennon Stella, Liam Payne: Polaroid

Músicas para treinar e se exercitar foram tocadas mais de 26 milhões de vezes no Brasil. São mais de 273 mil playlists criadas por usuários brasileiros para práticas de exercícios.

Além disso, o Spotify destacou algumas tendências e dados globais, baseado nos hábitos de consumo de áudio dos usuários da plataforma no mundo todo:

• “And the Oscar goes to“: Os ouvintes criaram mais playlists de corrida do que qualquer outro tipo de treino (mérito para a Dinamarca, que venceu disparado nesse quesito). Yoga segue com alta popularidade e a Suécia pode ser a nação mais zen do mundo, com base no alto número de listas de reprodução de meditação e yoga criadas pelos ouvintes do Spotify. Para se ter uma noção, os ouvintes suecos criam essas playlists a uma taxa de 521% mais alta que os ouvintes de outros países.

• Previsões para 2020: o foco no autocuidado continuará reinando em 2020. As músicas “thank u, next “, de Ariana Grande, “Good as Hell “, de Lizzo e “Love Myself “, de Hailee Steinfeld foram verdadeiros hinos populares de empoderamento feminino, presentes em milhares de playlists no mundo todo. Além disso, vimos um aumento de 113% nas playlists de meditação no ano passado, superior ao de qualquer outra prática de bem-estar. Também houve um aumento na reprodução de playlists de pilates (71%), de treinamento com pesos (66%), e prevemos que todos continuarão a crescer em popularidade em 2020.

• ZZZzzz: a reprodução de podcasts de saúde e fitness aumentou 145% no ano passado. A novidade é que os ouvintes estão se apaixonando por podcasts do sono! O podcast mais popular da categoria de saúde e fitness no momento é “Sleepy “, onde o apresentador Otis Gray lê histórias clássicas para ajudar os ouvintes a dormir. Bons sonhos!

• Globalmente, a música ”‘Till I Collapse ”, do Eminem, é a faixa mais ouvida nas playlists de exercícios no momento. “I Don’t Care “, de Ed Sheeran com Justin Bieber é a segunda música de treino mais ouvida, seguida por “Dance Monkey ” de Tones and I, “If I Can’t Have You” de Shawn Mendes e “Beautiful People ” de Ed Sheeran e Khalid.

As músicas de treino mais tocadas no Spotify, globalmente (de 16 de setembro a 15 de dezembro de 2019):

• “‘Till I Collapse ” – Eminem, Nate Dogg
• “I Don’t Care ” – Ed Sheeran, Justin Bieber
• “Dance Monkey ” – Tones and I
• “If I Can’t Have You ” – Shawn Mendes
• “Beautiful People ” – Ed Sheeran, Khalid
• “Sucker ” – Jonas Brothers
• “SICKO MODE ” – Travis Scott
• “Higher Love ” – Kygo, Whitney Houston
• “Lose Yourself ” – Eminem
• “i’m so tired… ” – Lauv, Troye Sivan

Idosos conquistam mais qualidade de vida com Pilates

Segundo o IBGE, em 2018, 13% da população tinha 60 anos ou mais. As projeções para 2060 indicam que o número de idosos chegará a 32% dos brasileiros. Uma parcela da população que merece e precisa de atenção, de políticas públicas específicas a cuidados com a saúde, bem-estar físico e emocional. Dentre as opções que se encaixam nesse quesito está o Pilates!

“Além dos vários benefícios físicos, essa atividade faz maravilhas ao promover harmonia entre corpo e mente, resgatando a autoestima. É visível como o aumento da força física e a disposição durante as aulas colaboram para que o praticante se sinta mais confiante”, explica a Dra. Gislaine Milena Marton, Fisioterapeuta e proprietária da Clínica Quality Fisio & Pilates.

Isso porque, é natural que, com o passar do tempo, o corpo apresente algumas limitações funcionais, incluindo dores articulares, perda parcial da flexibilidade, da força e até do equilíbrio, devido à diminuição da densidade mineral óssea (osteoporose) e da massa muscular. O que pode ser revertido ou modificado com a prática da atividade.

“Com estímulos certos, os músculos dos idosos se tornam muito mais resistentes, similares aos dos mais jovens. Diversos alunos de Pilates com mais de 60 anos apresentam ganho de força considerável, conquistam mais equilíbrio e coordenação dos movimentos, resultando em atividades executadas com mais agilidade e destreza. Isso é muito importante também porque previne as quedas – que podem acarretar problemas mais sérios”, completa a Fisioterapeuta.

Além disso, o Pilates ativa várias partes do corpo ao mesmo tempo com movimentos suaves e contínuos, trabalhando a concentração, muito importante no desenvolvimento das atividades diárias e podendo proporcionar mais independência. Os benefícios da técnica se estendem à coluna, beneficiando a postura, notavelmente prejudicada devido aos anos de maus hábitos e desgastes naturais. Esses exercícios fortalecem essa região e garantem uma consciência corporal, colocando o corpo “nos eixos”.

Com o auxílio do profissional capacitado, o Pilates pode ajudar a viver bem em qualquer idade.

Beto Monteiro confirma favoritismo e é campeão da Copa Truck 2019

Depois de um ano inteiro de bons resultados, não deu outra: o piloto Beto Monteiro foi campeão da Copa Truck 2019, a maior corrida de caminhões do país. Na última prova do ano, realizada neste domingo (8), no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, Monteiro levou o título por pontos, alcançando a marca de 174. Ele precisava de 27 deles para já sair com o caneco na mão.

Monteiro, que faz parte da equipe RM Volkswagen e que conta com o apoio da 4TRUCK – uma das maiores empresas de implementos rodoviários do país -, largou em 1º e chegou em 2º lugar na corrida 1, garantindo, assim, já o título de campeão 2019. Já na corrida 2, chegou em o 4º lugar, atrás inclusive de dois companheiros de equipe, Renato Martins e Paulo Salustiano.

Por vários momentos, dentro do box, admiradores, familiares e equipe vibravam quando tanto Beto como os demais corredores da equipe RM finalizavam cada volta em posições satisfatórias. Depois de finalizada a corrida 2 e segundos antes de estacionar o caminhão no box 01, o campeão de 2019 já recebia calorosos aplausos do público que o aguardava. Ao chegar e já vibrando muito dentro do caminhão, Monteiro aproveitou para subir no teto do truck, motivo de muitas alegrias no decorrer do ano, e agradecer ao público presente.

Depois de voltar do pódio para o box, Monteiro já se mostrava bastante tranquilo, assim como já demonstrara em outras oportunidades. “Acho que quando você tem um equipamento bom, você consegue fazer estratégias e fazer com que elas deem certo. Então, quando a equipe trabalha em sintonia, tudo acaba funcionando. Foi isso que a gente fez durante o ano e graças a Deus deu certo”, reforçou.

O campeão também falou sobre a emoção de vencer no principal autódromo do país. “O coração tá muito, muito, muito feliz; toda a minha família está aqui, e fazer o que fizemos em São Paulo, é especial, até porque é uma pista ‘dura’, que exige muito”. Além da esposa e dos filhos gêmeos, tanto o pai como o irmão de Monteiro se fizeram presentes.

Marcando presença em Interlagos com a família e colaboradores, o CEO da 4TRUCK, Osmar Oliveira, falou sobre o resultado do parceiro, que acompanha de perto desde 2018. “Acredito que o ano inteiro foi fantástico para o Beto e o caminhão acertado contribuiu muito para isso. E para gente, enquanto 4TRUCK, foi maravilhoso, especialmente por ver uma festa como essa, com um grid com 25 caminhões, que faz tempo que não vemos”.

Alunos de capoeira realizam entrega de cordas no Caic

Aconteceu no último final de semana na escola do CAIC o XX Encontro Nacional de Entrega e Troca de Cordas.

A celebração, prestigiada por dezenas de pessoas, contou com muitas músicas de capoeira, regidas pela percussão e pelo berimbau.

O evento contou com a participação de 389 capoeiristas das cidades de Cotia – SP, Ribeirão Preto – SP, Santa Rita do Passa Quatro – SP, Três Marias, Várzea da Palma, Buritizeiro, Sete Lagoas, Pompéu, Inimutaba, Gentil de Matos, Morro da Garça, Caetanópolis, Belo Horizonte, Betim, Montalvânia, Montes Claros e Pirapora.

Veja fotos:

Nadadores curvelanos sobem ao pódio na última etapa de torneio estadual

A Equipe de Natação Curvelo esteve no último final de semana na cidade de Conselheiro Lafaiete para participar da Etapa Final da XI Copa Minas Gerais de Natação.

Os 7 Nadadores curvelanos treinados pelo técnico Alexandre Barbosa obtiveram excelente resultado, subindo no pódio em todas as categorias disputadas.

Bom Jesus é campeão amador pela sétima vez

No último domingo, 24, o time do Bom Jesus sangrou-se campeão do Campeonato Curvelano de Futebol Amador. O título conquistado dentro da Arena Bom Jesus foi a Sétima conquista da agremiação.

Apesar da tensão de jogo decisivo, a equipe do Bom Jesus aplicou uma sonora goleada em cima Santa Cruz por 5 a 1. Destaques para o jogador Dezinho que fez um triplete na finalíssima e foi eleito o melhor em campo, além do goleiro Marlon Vaguinho que já acumula 12  decisões municipais na carreira. O zagueiro Hiago vem sendo o jogador pé quente dos atletas com o seu quarto título municipal seguido.

Inscrições serão abertas para Maratona Internacional Estrada Real 2020

Projeto INTERNACIONAL CHAYANG ESTRADA REAL busca se tornar uma das principais corridas de bicicletas do mundo. A prova é a unica corrida de Mountain Bike na America Latina com uma boa estruturada e transmissão ao vivo em todas etapas.


Avelar Sporte promete uma estrutura jamais vista e percursos inéditos em eventos Brasileiros; apostou também nas provas de maratona que irão acontecer nas três etapas com trechos inéditos nos percursos.


Poderão participar de uma prova válida pelo ranking da UCI da máxima categoria, sendo a primeira dessa classe na América Latina.
As cidades sede de 2020 são Ouro Branco em Abril , mantendo a mesma estrutura ; os atletas poderão percorrer por paisagens incríveis na Serra De Ouro Branco por aproximadamente 70km na rodovia totalmente fechada.

Itabirito em Maio, com uma pista montada aos pés do Cristo na cidade, é possível ter uma visão completa da prova, emoção sem igual.Estreando a Cidade de Curvelo em Setembro, o desafio irá acontecer no Circuito dos Cristais , um dos mais reconhecidos do país que conta com uma estrutura de pista asfaltada de 4.400m.


A pista é muito tradicional e estamos apostando em algumas melhorias, a maratona será um trecho incrível de trilha com muitas partes técnicas” comenta Filipe sobre o circuito de Ouro Branco e Itabirito.
O Circuito dos dos Cristais – Autódromo Internacional de Curvelo é Uma das melhores estruturas para um evento de bicicleta já visto, por todo conjunto de estacionamento, pista, banheiros, restaurante, área coberta. Com certeza será um marco no esporte “ afirma Felipe Avelar, organizador do evento.

Inscrições com descontos
O atleta que deseja se inscrever nas provas poderá optar pelo Combo Gold para fechamento de todas as etapas que deseja participar, novidade para 2020. O participante poderá optar por competir em todas as provas de todas as etapas e ter uma experiência incrível do Padrão Avelar Sports.

As inscrições poderão ser feitas no site oficial da Internacional Estrada Real a partir do dia 20 de Novembro com valores promocionais, lembrando que terão mudanças de lote, será possível também optar pela opção Básica e pela Pro. O kit será complementado por uma camisa de ciclismo personalizada e um boné exclusivo.

Foto:  Cesar Delong

Inscrições abertas para a Copa Verão 2019

A Copa Verão, torneio recreativo que é disputado todo ano no período das féria já está com as inscrições abertas. Quem tiver o interesse em participar tem até o dia 20 de dezembro para procurar o Departamento de Esporte Municipal para se inscrever.

O torneio terá inicio em janeiro, mas as datas ainda não foram definidas. A principio, o evento deve ser todo realizado no Ginásio, mas caso a reforma não fique pronta outra praça alternativa deve ser escolhida para a realização das partidas

Os campeões e vices serão agraciados com troféus e medalhas, além de premiações para os destaques do torneio.

Aventureira: Brasileira viaja o mundo inteiro conhecendo ilhas a bordo de um Stand Up Paddle

Após Galápagos, Sri Lanka e Páscoa, Roberta Borsari embarca para expedição no Havaí: terra do surfe e da filosofia Ho’oponopono

Há 10 anos a atleta e publicitária Roberta Borsari se aventura pelo mundo com uma prancha de Stand Up Paddle a tiracolo. A paulistana, que esteve no top 10 do circuito mundial de kayaksurf por mais de uma década, conheceu e se apaixonou pelo esporte em viagem ao Havaí em 2010. Desde então, visita ilhas ao redor do globo e, entre as remadas, registra os valiosos aspectos culturais, históricos, sustentáveis e naturais de cada um deles em seu projeto SUPTravessias.

Com ele, já remou com tubarões-martelo em Galápagos, realizou travessias icônicas nas Ilhas de Páscoa no Oceano Pacífico e mostrou a cultura do Sri Lanka, país ainda pouco aberto ao turismo. Em águas nacionais, fez a circunavegação de Fernando de Noronha e foi a primeira brasileira autorizada a fazer a travessia no Arquipélago de Alcatrazes, no litoral norte paulista.

O próximo destino levará Roberta de volta ao início dessa jornada com o SUP já que, nos próximos dias, a publicitária desembarca em Oahu, no Havaí, ilha onde fica Honolulu e o porto de Pearl Harbor.

Além da imensidão de água para desbravar e da cultura polinésia autêntica, o Havaí foi escolhido também por ser berço da filosofia de cura psicológica Ho’oponopono. A prática, criada por um terapeuta havaiano, consiste na repetição de frases curtas com o objetivo de purificar corpo e mente. Roberta conheceu a técnica após diagnóstico de câncer de mama em 2007 e ainda a pratica. A doença foi vencida há dois anos e, desde então, a experiência foi transformada no site www.xocancer.com.br.

Planejamento

As viagens de Roberta levam, em média, seis meses para saírem do papel, dependendo da complexidade da operação e destino eleito. Isto porque a prioridade é sempre ter certeza de que as atividades que quer praticar – como mergulho, SUP ou remo – são adequadas à época do ano. Além disso, as estruturas variam bastante entre as ilhas, então é preciso checar mais do que condições climáticas e de vento, mas também ter estabelecidos apoios locais para garantir que tudo o que é preciso para realizar o esporte em segurança esteja disponível.

Por isso, ela firma parcerias com operadores de mergulho e turismo para suporte com barcos de apoio durante as travessias e para levantar informações sobre os destinos. É preciso ter tudo mapeado, afinal, são horas em cima de uma prancha em locais remotos a ver belezas naturais incríveis tão de perto.

“O Stand Up Paddle é silencioso, tem um bom deslocamento, tem vista à longa distância porque você fica em pé e permite descer da prancha e fazer mergulho ali mesmo onde está”, explica.

Ao lado destas facilidades e tamanha proximidade com a natureza, o esporte é absolutamente sustentável, já que não tem motor, não espalha óleo nas águas e não gera ruído para os animais. Além de se preocupar em gerar a menor quantidade de lixo e impacto possível pelas ilhas em que passa, a atleta também trabalha ativamente pelo meio-ambiente com a Liga das Mulheres pelos Oceanos, instituição que reúne diversas profissionais em prol da conservação das águas.

Viajante Solo

Outra preocupação de Roberta nas viagens é a segurança, já que ela parte sempre sozinha para suas expedições. A atleta esteve nas Maldivas, Sri Lanka, Galápagos, Taiti, Ilha de Páscoa e vários outros lugares como uma viajante solo. “Já viajei o mundo inteiro sozinha e me sinto muito segura porque tenho certos cuidados. É preciso conhecer as rotas que vai fazer, estabelecer uma base de apoio, principalmente em lugares remotos, e sempre informar seu cronograma a alguém”, afirma.

Estar atualizada com o que acontece nos universos políticos e culturais de cada destino também é fundamental e faz parte do protocolo. “Pesquiso muito sobre costumes locais e o momento atual da região. É preciso estar bem informada”, completa.

As expedições de Roberta Borsari podem ser vistas no site www.suptravessias.com.br e para mais informações sobre a atleta acesse www.robertaborsari.com.br.

Sobre a Atleta

A paulistana Roberta Borsari manteve-se no top 10 do circuito mundial de kayaksurf por mais de 10 anos, conquistou títulos nacionais e internacionais e foi a primeira mulher a surfar de caiaque a pororoca do rio Araguari, na Amazônia, e a realizar diversas travessias inéditas de Stand Up Paddle pelo mundo. Também foi a primeira atleta a receber autorização do Ministério do Meio Ambiente para realizar a travessia em Stand Up Paddle em mar aberto até o arquipélago de Alcatrazes, no litoral paulista, e já fez a circum-navegação de Fernando de Noronha.

Entre as melhores experiências que teve com o projeto SUPTravessias, ela destaca o contato com as espécies endêmicas de Galápagos, no Equador, a arqueologia da Ilha de Páscoa, no Chile, as belezas naturais das Maldivas, os costumes polinésios de Moorea, no Taiti, e as vilas de pescadores do Sri Lanka

Como começar a correr como iniciante

Novas pesquisas revelaram quão boa corrida pode ser para você – e, felizmente, isso não sugere que você faça uma sessão de corrida de uma hora cinco vezes por semana.

Em vez disso, a pesquisa, publicada no British Journal of Sports Medicine , descobriu que a corrida – não importa a rapidez, a distância ou a frequência – está relacionada a um menor risco de morte prematura.

Pesquisadores da Austrália, Tailândia e Finlândia associaram a corrida a um risco 30% menor de morte por doenças cardiovasculares e a 23% menor risco de morte por câncer, observando: “Qualquer quantidade de corrida, mesmo que apenas uma vez por semana, é melhor do que nenhuma. corrida, mas doses mais altas de corrida podem não estar necessariamente associadas a maiores benefícios de mortalidade “.

Se você é um novato completo, agora pode ser a hora de começar a correr. Aqui está como …

Não tenha pressa

Imediatamente, tentar fazer uma maratona provavelmente levará a lesões e sequelas para a vida toda. “Não há nada errado em começar com um programa de caminhada / corrida para acostumar seu corpo a isso”, incentiva Weldon. “Divida-o em intervalos, aumentando gradualmente à medida que você aumenta sua resistência. Depois de ficar mais confiante com a corrida, comece a aumentar as seções de corrida e reduzir os intervalos de caminhada”.

Andy Baddeley, duas vezes olímpico e co-fundador do The Running Channel, concorda: “Os novos corredores se cansam naturalmente mais cedo do que esperavam, e não há vergonha em caminhar. A chave para se divertir correndo é encontrar um ritmo sustentável, mas isso vem com a prática “.

Comece devagar

O mesmo princípio vale para a velocidade. “Não comece a correr muito rápido, seu corpo precisa de tempo para se adaptar às tensões da corrida, principalmente às articulações e ligamentos”, diz Weldon. “Começar muito rápido pode causar lesões e você pode sentir um esforço excessivo em apenas alguns minutos.

“Em vez disso, tente correr a um ritmo que se sinta confortável e tente manter esse ritmo por toda a distância, para que você dê tempo ao seu corpo para relaxar gradualmente.”

Relaxe sua respiração

Respirações curtas, agudas e frenéticas o cansam rapidamente e tornam sua corrida extremamente desagradável. Baddeley diz: “Tente manter a respiração relaxada. Sim, você ficará sem fôlego, mas manter os ombros para trás e a cabeça alta, concentrando-se na respiração baixa, usando o diafragma, pode realmente ajudar. Tente evitar o pânico, respirações superficiais no alto do seu peito”.

Participar de um grupo

Às vezes, a coisa mais difícil de fazer uma corrida é encontrar a motivação, e é aí que ingressar em um clube de corrida local pode fazer a diferença. Uma rápida pesquisa na Internet provavelmente revelará muitos clubes para corredores casuais perto de você.