Category Archive : Saúde

SUS amplia acesso à tratamentos para câncer raro no sangue. Hoje cuidado é apenas paliativo

Por meio de consulta pública, sociedade terá a chance de contribuir com a incorporação de medicamento que aumenta o tempo de vida dos pacientes

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (CONITEC) abriu consulta pública para avaliar a incorporação da terapia-alvo ruxolitinibe para o tratamento de adultos com mielofibrose, nos seguintes subtipos da doença: primária, pós-policitemia vera ou pós-trombocitemia essencial, no Sistema Único de Saúde (SUS), após petição realizada pela ABHH. Atualmente, contando apenas com opções pouco eficazes, a população atendida pela rede pública de saúde poderá ter o acesso a medicamento que contribui para o controle dos sintomas e aumenta o tempo de vida.

Com maior prevalência entre pessoas acima de 50 anos, estima-se que uma a cada 133 mil pessoas seja afetada pela mielofibrose[1-2], tipo raro de câncer no sangue, desencadeado pelo mal funcionamento das células-tronco. A disfunção surge quando estas células sofrem uma mutação e formam uma fibrose (cicatriz) na medula óssea, prejudicando a produção das células sanguíneas.

Entre os principais sintomas estão cansaço sem causa específica, fraqueza, anemia, palidez, suor noturno em excesso, palpitações, falta de ar, emagrecimento, perda de apetite, dor ou desconforto no abdômen e aumento do baço.[3-4] Esses aspectos prejudicam bastante os pacientes que, raramente são elegíveis ao transplante de medula óssea, único tratamento curativo. Por conta disso, outras possibilidades terapêuticas, como o ruxolitinibe (inibidor do gene JAK2, presente em aproximadamente 50% dos casos da doença[5-6]), medicamento que melhor atende a esse perfil de paciente, são necessárias para melhorar a condição desses indivíduos.

“O medicamento é a opção terapêutica mais moderna, que está disponível no sistema privado de saúde desde 2018. Porém, infelizmente, quem depende do SUS ainda não tem acesso a essa terapia-alvo, a única capaz de contornar sintomas graves, como o aumento do baço, além de garantir melhora clinicamente significativa na qualidade de vida e sobrevida global dos pacientes. Precisamos muito da atenção de todos para mudar a realidade de tratamento dessa população hoje desassistida”, afirma o diretor médico da Novartis, Dr. André Abrahão.

Por ser uma condição progressiva, os pacientes podem sofrer com condições debilitantes com o passar dos anos, tornando-se incapazes de seguir suas rotinas de forma funcional – especialmente se não estiverem sob cuidados e recebendo o tratamento adequado. A doença pode apresentar complicações graves, como hemorragias, tromboses, infecções e falência de órgãos, bem como evoluir para condições como a leucemia mieloide aguda, potencialmente fatal, e óbito.[7-8-9-10]

A maioria dos pacientes com mielofibrose são tratados com medicamentos citorredutores (responsáveis por diminuir a contagem das células do sangue), que são apenas paliativos, portanto, é necessário avaliar o papel do ruxolitinibe como recurso terapêutico padrão no Brasil. Ainda que a decisão preliminar da CONITEC seja pela ‘não incorporação’ do medicamento no SUS, as contribuições de toda sociedade civil (médicos, profissionais de saúde e pacientes, entre outros) podem influenciar a recomendação final do órgão e garantir o acesso das pessoas com mielofibrose a uma terapia comprovadamente eficaz.

Todos podem expressar sua opinião sobre a incorporação de ruxolitinibe para tratamento de pacientes com mielofibrose no SUS. Na consulta pública, a opção DISCORDO da recomendação da CONITEC é a favor da incorporação da nova terapia no sistema público. Já a opção CONCORDO é favorável a não inclusão desse medicamento.

As consultas públicas têm como objetivo promover a participação da sociedade nos processos de tomada de decisões do governo sobre políticas públicas de saúde. Esta consulta está aberta até 11 de março de 2020. Para o envio de contribuições, o interessado deve acessar o site http://conitec.gov.br/consultas-publicas, buscar a consulta sob o nome “Ruxolitinibe para tratamento de pacientes com mielofibrose primária, mielofibrose pós policitemia vera ou mielofibrose pós trombocitemia essencial, de risco intermediário-2 ou alto”, número 04 – e seguir as instruções.

Sobre a Novartis

A Novartis está reimaginando a medicina para melhorar e ampliar a vida das pessoas. Como empresa líder global em medicamentos, utilizamos ciência inovadora e tecnologias digitais para criar tratamentos transformadores em áreas de grande necessidade médica. Em nossa busca por novos medicamentos, estamos constantemente classificados entre as principais empresas do mundo que investem em pesquisa e desenvolvimento. Os produtos da Novartis alcançam mais de 750 milhões de pessoas em todo o mundo e estamos encontrando maneiras inovadoras de expandir o acesso aos nossos tratamentos mais recentes. Cerca de 105 mil pessoas de mais de 140 nacionalidades trabalham na Novartis em todo o mundo. Saiba mais em http://www.novartis.com.

8 dicas para curtir o Carnaval com saúde

Carnaval é um dos feriados mais aguardados pelos brasileiros. Porém, para aproveitar os dias de folia com saúde, é importante estar atento a alguns cuidados básicos como a alimentação, a pele, e as doenças sexualmente transmissíveis. Pensando em tudo isso o Dr. Aier Adriano Costa, coordenador da equipe médica do Docway, separou algumas dicas para o feriado que está chegando.

1)   Use camisinha

O uso do preservativo é recomendado em todas as relações, é a forma mais eficaz de prevenção de inúmeras doenças como sífilis, herpes genital e a AIDS. Além do preservativo, mulheres devem ficar atentas ao uso da pílula do dia seguinte, segundo o médico, por possuir uma quantidade grande de hormônios, atrelada ao excesso de álcool pode trazer danos ao organismo e acabar com o feriado.

2)   Alimente-se bem

Outro cuidado importante para os dias de folia é com a alimentação, comer em um intervalo de 3 horas ajuda não só a manter a energia para ir atrás do trio, como a repor vitaminas e sais minerais que são eliminados com mais facilidade já que precisam ser usados para eliminar o álcool do organismo. Refeições leves são as ideais com frutas, sanduíches, snacks, eles ajudam a dar energia e manter o corpo preparado.

3)   Beba MUITA água.

Manter o corpo hidratado é fundamental, beba água, vitaminas, sucos naturais, isotônicos. Isso ajuda seu corpo e evita muitos problemas como insolação, mal estar, tonturas, desmaios e até a famosa ressaca, já que o corpo perde líquidos com a ingestão de bebidas. “Uma boa opção para esses dias é a água de coco, que hidrata e ajuda a repor os sais minerais que o organismo está precisando”.

4)   Use filtro solar

Sol em excesso causa inúmeros problemas como desidratação e queimaduras. Por isso, é bom evitar ficar exposto a ele nos horários de maior incidência, entre as 10h e às 16h. Proteja-se, use o protetor a cada 2h. Óculos de sol, bonés, chapéus, também são muito bem-vindos.

5)   Cuidado com as fantasias

Os dias são naturalmente mais quentes devido à época do ano, por isso, é bom tomar cuidado até na hora de se vestir. Use roupas leves e sapatos confortáveis, já que nessa época é comum que as pessoas passem grande parte do tempo em pé, evitando bolhas e o calor em excesso.

6)   Bebidas energéticas com cautela

Outra coisa muito comum nessa época do ano é o uso excessivo de bebidas energéticas, afinal, você quer aproveitar ao máximo todos os dias. Segundo o médico, essas bebidas apresentam um alto teor de cafeína o que pode causar insônia e atrapalhar o sono, prejudicando o descanso. “O uso de bebidas energéticas atreladas ao álcool podem causar arritmias e palpitações, por isso devem ser evitados”, explica.

7)   Carteirinha de vacinação em dia

Durante o carnaval é comum acontecer acidentes, como cortes com garrafas de vidro e objetos de metal, o segundo é fonte de bactérias e responsável pela transmissão do tétano. Além é claro, do grande número de pessoas nas ruas e eventos, o que pode facilitar a transmissão de doenças que podem ser evitadas se as vacinas estiverem em dia.

8)   Durma!

Apesar de querer aproveitar todos os dias de festa, é importante que existam horários de descanso, se não conseguir dormir pelo menos 7h às 8h por dia, evitando o cansaço excessivo e a irritação, tente fazer pequenas pausas durante o dia, ou tirar aquele cochilo após o almoço. Isso vai ajudar a aproveitar o carnaval da melhor maneira possível e sem descuidar da sua saúde e bem-estar.

Com essas dicas simples, sua festa vai acontecer da melhor maneira possível. “O abuso do álcool, falta de descanso, má alimentação e alta exposição ao sol podem trazer consequências severas à saúde como inflamação no fígado, desidratação, tonturas, vômitos, desmaios, dores de estômagos dentre outros problemas. Fazendo tudo isso você evita maiores problemas e aproveita o feriado”, finaliza o Dr. Aier Adriano Costa.

Doença do Beijo: risco de mononucleose cresce no Carnaval

É fevereiro, é Carnaval, é festa! O período mais animado do ano pode ser o cenário perfeito para a mononucleose. Isso porque o vírus Epstein-Barr (VEB), da mesma família do herpes, é transmitido, principalmente, pela saliva e por objetos compartilhados, como copos e canudos. Devido ao modo de contágio, a enfermidade ficou popularmente conhecida como a doença do beijo.

De acordo com a infectologista da Doctoralia, Flávia Cunha Gomide, a doença apresenta sintomas que perduram de duas a quatro semanas. “Os principais são febre, gânglios inchados no pescoço, virilhas e axilas, cansaço, dores no corpo, dor e inflamação na garganta e erupção cutânea”, revela.

Por ter sintomas parecidos com os de outras infecções (como amidalite bacteriana e até HIV em fase muito inicial), ao notar os sinais, é importante procurar um médico para o diagnóstico correto. “Não há um tratamento específico para a doença do beijo. Geralmente, são indicados repouso e medicamentos que amenizem os sintomas”, conta Flávia.

Confira abaixo as dicas de prevenção da infectologista Flávia Cunha Gomide, membro da Doctoralia:

·Tenha hábitos saudáveis. Exercícios, boa alimentação e horas adequadas de sono aumentam sua resistência para se defender contra infecções;

·Cubra a boca com a parte interna do braço, quando for tossir ou espirrar;

·Não compartilhe alimentos, pratos, copos e outros utensílios;

·Higienize as mãos com álcool gel;

·Mantenha a sua vacinação em dia.

Campanha de Prevenção a Gravidez na Adolescência

Campanha visa reduzir altos índices de gravidez precoce no Brasil

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) e o Ministério da Saúde (MS) lançaram nesta segunda-feira (3) a campanha “Adolescência primeiro, gravidez depois – tudo tem o seu tempo”.

A proposta tem o objetivo de reduzir os altos índices de gravidez na adolescência que, no Brasil, estão 50% acima da média mundial. A cada mil meninas, 46 se tornam mães adolescentes. Na América Latina, o índice é de 65,5. Já no Brasil, o número sobe para 68,4. Atualmente, mais de 434,5 mil adolescentes se tornam mães por ano no país.

A ministra do MMFDH, Damares Alves, falou sobre a iniciativa. “Estamos há um ano conversando sobre isso, porque precisamos mudar os números que estão postos. Buscamos inúmeras propostas, conversamos com todos: especialistas, pais, adolescentes. Conversamos e tivemos a coragem de falar sobre retardar o início da vida sexual, incluindo esse tema em toda a gama de métodos preventivos que já existem”, disse.

Para Damares, estamos diante de um problema de saúde pública. “Não é um assunto moral, nem tão somente de comportamento. Há muitas coisas que nos dividem e separam, mas a vida precisa nos unir. Eu acho que todos concordam com isso, então precisávamos fazer alguma coisa”, explica.

Vídeo Institucional – #TudoTemSeuTempo

Abandono escolar

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apresentou consequências da gravidez precoce. “Cerca de 66% dessas gestações não são planejadas e 75% dessas mães de 11 a 16 anos abandonam a escola. O abandono escolar aumenta a mortalidade infantil, gera pobreza e se torna um ciclo vicioso que precisa, de alguma maneira, ser abordado”, afirmou.

O Ministro também lembrou que “a paternidade ou a maternidade é muito pouco exercida nesses casos. Essas crianças muitas vezes são repassadas para as avós, que assumem, pois os pais também são crianças”. E continuou: “É preciso refletir, pensar, olhar o momento da vida, conversar com a família, com os amigos, para ter uma maternidade e uma paternidade responsáveis”.

Métodos contraceptivos

Ainda de acordo com o Ministro, “é muito mais difícil uma menina de 12 anos ou um menino de 13, 14 anos irem até uma unidade de saúde para solicitar um anticoncepcional, um método contraceptivo. A pressão que eles sofrem nas comunidades para serem aceitos ou serem sexualmente ativos e, assim, poderem pertencer, é muito grande. Tudo isso apareceu nas nossas pesquisas”, relatou.

A ministra Damares Alves também falou sobre métodos preventivos como, por exemplo, a pílula do dia seguinte. “Estamos vendo um uso exagerado desse método. Daqui a 20 anos, quantas mulheres poderemos ter no Brasil com câncer de mama ou outras doenças geradas pelo uso exagerado da pílula do dia seguinte? Precisamos conversar com essas meninas”, apontou.

Polêmica

Sobre a polêmica de que a campanha teria a finalidade de impor abstinência sexual, o Mandetta foi claro: “Isso foi uma interpretação, porque em nenhum momento foi falado sobre proibição. O que foi dito é: há tempo para tudo, adolescência não combina com gravidez”.
Quando questionada sobre o assunto, a ministra Damares afirmou que o governo está construindo um plano nacional de prevenção ao sexo precoce, que será apresentado em momento oportuno.

“Esta campanha é um início, estamos ouvindo todo mundo. Queremos falar também das outras consequências do sexo precoce. O sexo precoce não traz apenas gravidez e DSTs. Existem outras doenças físicas graves para uma menina de 11 anos, um menino de 10 anos. Existem doenças emocionais, depressão, baixa autoestima, e nós vamos apontar todas as outras consequências do sexo precoce”, relatou a ministra.

“Temos excelentes técnicos no nosso Ministério, no Ministério da Saúde, no Ministério da Educação. Todos estarão envolvidos nesse processo. Vamos oferecer cartilhas, promover rodas de conversas com os adolescentes, vamos convidar a arte, a música, para fazerem parte”, esclareceu.

Para encerrar, a ministra fez um pedido: “Nossos jovens e adolescentes são seres pensantes. Não vamos colocá-los em uma manada, como se fossem movidos apenas pelo instinto sexual. São meninos e meninas que pensam, e que estão a fim de refletir, acreditem nisso. Vamos cuidar dos nossos jovens e adolescentes”, concluiu.

Fonte: Ministério da Mulher, da família e dos direitos humanos.

Idosos conquistam mais qualidade de vida com Pilates

Segundo o IBGE, em 2018, 13% da população tinha 60 anos ou mais. As projeções para 2060 indicam que o número de idosos chegará a 32% dos brasileiros. Uma parcela da população que merece e precisa de atenção, de políticas públicas específicas a cuidados com a saúde, bem-estar físico e emocional. Dentre as opções que se encaixam nesse quesito está o Pilates!

“Além dos vários benefícios físicos, essa atividade faz maravilhas ao promover harmonia entre corpo e mente, resgatando a autoestima. É visível como o aumento da força física e a disposição durante as aulas colaboram para que o praticante se sinta mais confiante”, explica a Dra. Gislaine Milena Marton, Fisioterapeuta e proprietária da Clínica Quality Fisio & Pilates.

Isso porque, é natural que, com o passar do tempo, o corpo apresente algumas limitações funcionais, incluindo dores articulares, perda parcial da flexibilidade, da força e até do equilíbrio, devido à diminuição da densidade mineral óssea (osteoporose) e da massa muscular. O que pode ser revertido ou modificado com a prática da atividade.

“Com estímulos certos, os músculos dos idosos se tornam muito mais resistentes, similares aos dos mais jovens. Diversos alunos de Pilates com mais de 60 anos apresentam ganho de força considerável, conquistam mais equilíbrio e coordenação dos movimentos, resultando em atividades executadas com mais agilidade e destreza. Isso é muito importante também porque previne as quedas – que podem acarretar problemas mais sérios”, completa a Fisioterapeuta.

Além disso, o Pilates ativa várias partes do corpo ao mesmo tempo com movimentos suaves e contínuos, trabalhando a concentração, muito importante no desenvolvimento das atividades diárias e podendo proporcionar mais independência. Os benefícios da técnica se estendem à coluna, beneficiando a postura, notavelmente prejudicada devido aos anos de maus hábitos e desgastes naturais. Esses exercícios fortalecem essa região e garantem uma consciência corporal, colocando o corpo “nos eixos”.

Com o auxílio do profissional capacitado, o Pilates pode ajudar a viver bem em qualquer idade.

Proteja-se: Dia Mundial da Vacinação Contra o Sarampo em Curvelo

A Secretaria de Saúde de Curvelo comunicou que neste sábado (30), acontecerá o Dia Nacional de Vacinação contra o Sarampo destinada a adultos que tenham de 20 a 29 anos.

A campanha será realizada apartir das 08:00 ás 17:00 em todos os Centros de Saúde e Estratégias de Saúde da Família, além de também ser disponibilizada no Supermercado Cordeiro, Drogaria Araújo e Cordeiro Atacarejo para que toda população tenha um fácil acesso a vacinação e não deixe de se vacinar.

É importante lembrar que o Sarampo tem ameaçado a vida e o bem estar de diversas pessoas ao redor do País. Para se vacinar, não esqueça de levar o seu Cartão de Vacinação e o seu Cartão SUS e se proteja contra o Sarampo

Foco na saúde: Você sabia que doenças do sono podem causar tristeza, estresse e diversos outros problemas?

Nossos pais e avós dormiam melhor do que dormimos hoje? Tudo indica que sim, já que dados da Associação Brasileira do Sono demonstram que 60% dos brasileiros dormem menos de 7 horas por noite.

De acordo com a pesquisa “Episono São Paulo”, feita pela pesquisadora Monica Levy, só na cidade de São Paulo, uma em cada três pessoas têm apneia obstrutiva do sono – quando a respiração para e volta diversas vezes durante o sono.

Já um outro estudo realizado pelo Datafolha com o Instituto do Sono mostrou que 23% da população no Estado de São Paulo se queixam de sono insuficiente. O Detran também pode contribuir com dados sobre o tema, e indica que 20% dos acidentes de trânsito estão associados a indivíduos sonolentos.

O que explica essa piora na qualidade do nosso na geração Z – pessoas nascidas entre os anos 1990 e o início dos anos 2010? Alguns especialistas, como a própria Monica Levy, apontam alguns palpites.

Essa geração foi diretamente atingida pela quarta e última grande onda causadora da privação do sono na sociedade moderna: a criação da web e a popularização da internet, que aconteceu a partir de 1995. 

Antes dela, outros grandes acontecimentos influenciaram o sono de gerações pregressas: a Revolução Industrial, com a adição de mais um turno de trabalho, o surgimento da luz elétrica, em 1879, e a televisão, na década de 1920.

Mas, além da internet, a geração Z também tem sido destaque em relação ao maior consumo de substâncias para inibir ou retardar o sono. É comum entre os jovens o consumo de bebidas energéticas e de bebidas alcoólicas. 

Como, juntas, elas interferem na privação do sono? As bebidas energéticas têm poucas substâncias estimulantes, como a taurina e a cafeína, mas o efeito delas é potencializado pela ação do álcool das bebidas destiladas com as quais são misturadas.

Talvez você não saiba, mas o álcool tem ainda um outro papel determinante nessa equação: ele priva a execução dos sonhos. Por noite, num sono normal, sonhamos aproximadamente 90 minutos. Eles são importantes porque proporcionam o bem-estar físico e psicológico. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 45% da população mundial sofre com algum tipo de distúrbio do sono. Vamos descobrir um pouco mais sobre cinco deles: 

1 – INSÔNIA

A insônia é um dos distúrbios do sono mais comuns. Pode aparecer caracterizado como uma dificuldade de iniciar o sono, de manter o sono e ainda naquela sensação de cansaço durante o dia, depois de uma noite mal dormida.

Ela pode surgir solitária ou associada a alguma outra doença, como a depressão, alterações hormonais ou doenças neurológicas. Pode, ainda, ser provocada por substâncias como remédios, álcool, tabaco, diuréticos ou alguns tipos de antidepressivos.

A insônia é considerada crônica quando as dificuldades para dormir ocorrem em pelo menos três noites da semana durante três meses.

Tratamento:  por conta das suas inúmeras causas, é importante ir ao médico para um diagnóstico correto. Uma vez que a insônia como consequência de alguma doença é descartada, você pode investir em hábitos saudáveis para o sono.

Por exemplo, evitar luzes de televisores e celulares perto do seu horário de dormir. Ambientes silenciosos e confortáveis para um sono duradouro. 

2 – APNEIA DO SONO

Como já foi citado no início desse texto, a apneia do sono é um distúrbio que ocorre quando a respiração é interrompida durante o sono, diversas vezes, por no mínimo 10 segundos. Ele impede que o corpo descanse e causa sintomas como sonolência, dores de cabeça, ronco, irritabilidade e mais. 

Obesidade e deformidade facial são as principais causas da apneia, que pode ainda ser leve, moderada ou severa. Se não tratadas, as crises podem aumentar chances de AVC, infarto e problemas como hipertensão arterial.

Tratamento: por meio de aparelhos que ajudam a manter o nível de oxigenação estável durante a noite. Em casos leves, o uso de um dispositivo ortodôntica, que ajuda a manter a faringe aberta, pode funcionar. Mas, além disso, perder peso e melhorar os hábitos alimentares também são necessários.

3 – SONAMBULISMO

O sonambulismo é um distúrbio que provoca uma parassonia – alteração do padrão do sono devido a ativação de áreas do cérebro em momentos inapropriados. A pessoa caminha, conversa e faz outras atividades motoras enquanto dorme.

Tratamento: em geral, o sonambulismo não é tratado porque os episódios tendem a diminuir a partir da adolescência.  Mas, em alguns casos, são receitados ansiolíticos para regularizar o sono.

4 – SÍNDROME DAS PERNAS INQUIETAS

A síndrome das pernas inquietas é associada à necessidade de movimentar as pernas, durante o repouso ou na hora de dormir. Sua causa é genética, mas pode piorar em momentos de estresse ou consumo de estimulantes como cafeína ou álcool. Ela atrapalha o sono e pode provocar sonolência e fadiga.

Tratamento: É necessário evitar o uso de substâncias como álcool, fumo e cafeína. Praticar exercícios físicos e evitar a privação de sono já que o cansaço piora o quadro. 

5 – BRUXISMO

É um distúrbio caracterizado pelo ato inconsciente de ranger e apertar os dentes, causando: alterações dentárias, dores de cabeça e na mandíbula.

Tratamento: Um dentista pode indicar um dispositivo encaixado sobre os dentes para evitar o desgaste, correções de alterações dentárias, além de métodos de relaxamento e fisioterapia.

CONFORTO PARA DORMIR BEM

O lugar que você dorme pode fazer toda a diferença quando o assunto é a qualidade do seu sono. Por isso, faça algumas mudanças no seu quarto para ajudar as suas noites a serem mais aproveitadas.

Por exemplo, limpe constantemente a mesinha de cabeceira ao lado da sua cama, a poeira pode atrapalhar sua respiração durante o sono. Prefira os tipos de colchões e travesseiros ergonômicos – aqueles adequados ao peso da pessoa.

Inscrições serão abertas para Maratona Internacional Estrada Real 2020

Projeto INTERNACIONAL CHAYANG ESTRADA REAL busca se tornar uma das principais corridas de bicicletas do mundo. A prova é a unica corrida de Mountain Bike na America Latina com uma boa estruturada e transmissão ao vivo em todas etapas.


Avelar Sporte promete uma estrutura jamais vista e percursos inéditos em eventos Brasileiros; apostou também nas provas de maratona que irão acontecer nas três etapas com trechos inéditos nos percursos.


Poderão participar de uma prova válida pelo ranking da UCI da máxima categoria, sendo a primeira dessa classe na América Latina.
As cidades sede de 2020 são Ouro Branco em Abril , mantendo a mesma estrutura ; os atletas poderão percorrer por paisagens incríveis na Serra De Ouro Branco por aproximadamente 70km na rodovia totalmente fechada.

Itabirito em Maio, com uma pista montada aos pés do Cristo na cidade, é possível ter uma visão completa da prova, emoção sem igual.Estreando a Cidade de Curvelo em Setembro, o desafio irá acontecer no Circuito dos Cristais , um dos mais reconhecidos do país que conta com uma estrutura de pista asfaltada de 4.400m.


A pista é muito tradicional e estamos apostando em algumas melhorias, a maratona será um trecho incrível de trilha com muitas partes técnicas” comenta Filipe sobre o circuito de Ouro Branco e Itabirito.
O Circuito dos dos Cristais – Autódromo Internacional de Curvelo é Uma das melhores estruturas para um evento de bicicleta já visto, por todo conjunto de estacionamento, pista, banheiros, restaurante, área coberta. Com certeza será um marco no esporte “ afirma Felipe Avelar, organizador do evento.

Inscrições com descontos
O atleta que deseja se inscrever nas provas poderá optar pelo Combo Gold para fechamento de todas as etapas que deseja participar, novidade para 2020. O participante poderá optar por competir em todas as provas de todas as etapas e ter uma experiência incrível do Padrão Avelar Sports.

As inscrições poderão ser feitas no site oficial da Internacional Estrada Real a partir do dia 20 de Novembro com valores promocionais, lembrando que terão mudanças de lote, será possível também optar pela opção Básica e pela Pro. O kit será complementado por uma camisa de ciclismo personalizada e um boné exclusivo.

Foto:  Cesar Delong

Mais de 391 mil ocorrências por morte em todo o país foram indenizadas pelo DPVAT

As ocorrências no trânsito causam, todos os anos, cerca de 1,3 milhão de mortes no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, os dados do Seguro DPVAT mostram que mais de 391 mil acidentes fatais ocorreram no país e foram indenizados pelo seguro obrigatório na última década. Os números ainda podem aumentar, uma vez que vítimas e beneficiários têm até três anos para dar entrada no seguro obrigatório. Após o fim do prazo, estima-se que mais de 398 mil indenizações terão sido pagas por morte no trânsito em todo o país.

A projeção do total de sinistros pagos após o prazo de três anos para dar entrada na indenização utiliza a base histórica de 2012 a 2017 para calcular o volume médio de pagamento no primeiro, segundo e terceiro anos em todo o país. A partir disso, são projetados os pedidos de indenizações pendentes, chegando, assim, ao total de pagamentos a serem realizados até o fim do período de três anos.

De acordo com o levantamento da Seguradora Líder, São Paulo (61.322) e Minas Gerais (42.778) registram os maiores quantitativos de acidentes fatais ocorridos e indenizados pelo seguro obrigatório. Após o prazo de três anos para solicitar o benefício, a projeção é que tenham sido pagos mais de 62.387 e 43.546 seguros por morte, respectivamente. Na sequência aos dois primeiros colocados, estão Paraná (27.544), Bahia (27.494) e Rio de Janeiro (26.254). Depois do período prescricional, estima-se que terão sido mais de 28 mil pagamentos no Paraná e na Bahia, e mais de 26 mil no Rio de Janeiro em função de acidentes de trânsito fatais.

Fonte: Seguradora Líder / Divulgação

Quando são analisadas as capitais, São Paulo lidera o ranking, com 12.112 acidentes fatais e indenizados pelo Seguro DPVAT na última década. O Rio de Janeiro vem em segundo lugar, com mais de 8 mil ocorrências indenizadas por morte. Na sequência, estão Fortaleza (3.339), Goiânia (3.125) e Belo Horizonte (3.004). Já Florianópolis (666), Rio Branco (635) e Vitória (428) aparecem nas últimas posições.

O superintendente de Operações da Seguradora Líder, Arthur Froes, chama atenção para a distância do Brasil em relação ao cumprimento da Década de Ação pela Segurança no Trânsito, lançada pela ONU em 2011, e para a importância de instrumentos de proteção como o Seguro DPVAT em um cenário em que milhares perdem a vida todos os anos.

“Medidas que intensificam a fiscalização, como a Lei Seca, e campanhas de conscientização da população, como o Maio Amarelo e a Semana Nacional de Trânsito, são grandes avanços na busca pela diminuição dos acidentes fatais, mas o cenário continua mostrando a importância de investir em educação para a prevenção de acidentes; na formação de condutores; e reforço da fiscalização em todos os estados do Brasil. Também é fundamental que haja mecanismos de proteção para as vítimas de acidentes, como o Seguro DPVAT, que tem caráter social e dá apoio às vítimas e seus familiares em um momento tão difícil”, explica o especialista.

Acesse os dados completos aqui.

O DPVAT é um seguro obrigatório de caráter social que protege os mais de 210 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito, sem apuração da culpa. Ele pode ser destinado a qualquer cidadão acidentado em território nacional, seja motorista, passageiro ou pedestre, e oferece três tipos de coberturas: morte (valor de R$ 13.500), invalidez permanente (de R$ 135 a R$ 13.500) e reembolso de despesas médicas e suplementares (até R$ 2.700). A proteção é assegurada por um período de até 3 anos.

Dos recursos arrecadados pelo Seguro DPVAT, 50% vão para a União, sendo 45% para o Sistema Único de Saúde (SUS) para custeio da assistência médico-hospitalar às vítimas de acidentes de trânsito, e 5% são para o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), para investimento em programas de educação e prevenção de acidentes de trânsito. Os outros 50% são direcionados para despesas, reservas e pagamento de indenizações às vítimas. De janeiro a outubro deste ano, a parcela destinada ao SUS totalizou R$ 852,4 milhões e, para o Denatran, R$ 94,7 milhões. Nos últimos 11 anos, essa contribuição soma mais de R$ 37,1 bilhões.

Sobre a Seguradora Líder-DPVAT
Em operação desde janeiro de 2008, a Seguradora Líder-DPVAT é uma seguradora privada responsável pela administração do Seguro DPVAT no Brasil. A seguradora se tornou uma das principais fontes para dados relacionados a acidentes de trânsito. No site www.seguradoralider.com.br estão disponíveis para o cidadão diversas informações sobre o Seguro DPVAT e estatísticas.

Ministério da Cidadania lança campanha de prevenção ao uso de drogas

O Ministério da Cidadania acaba de lançar, nos meios de comunicação, a segunda etapa da Campanha de Prevenção ao Uso de Drogas. Com foco especial em jovens de 14 a 18 anos, a ação conta com filmes de 30 e 60 segundos, posts nas redes sociais do governo federal, spots de rádio, banners de internet, minidoor social e mobiliário urbano. Também estão previstas ações interativas em locais que o público jovem frequenta, como escolas e shoppings.

O conceito da campanha é “Você nunca será livre se escolher usar drogas”. O objetivo é fazer um alerta sobre as consequências para quem decide experimentar qualquer tipo de droga, mostrando aos jovens que eles podem ter seu desenvolvimento prejudicado ou mesmo suas vidas interrompidas.

“A droga está causando uma epidemia de violência no Brasil. Estamos trabalhando juntos para combater esse problema que está destruindo a nossa juventude, gerando uma quantidade significativa de homicídios”, afirma o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Como uma forma de conexão com os jovens, a banda Melim compôs e gravou a música Dia Cinza, que conta a história real de um jovem que teve sua vida afetada pelas drogas. O DJ Bruno Martini também gravou uma versão da canção.

Uma caixa especial será instalada em shoppings e escolas de nove cidades do Brasil (Brasília, Goiânia, Recife, Belo Horizonte, Fortaleza, Curitiba, Manaus, Belém e Porto Alegre). Dentro dela estará um ator, representando a consequência do uso de drogas e reforçando o conceito da campanha: ‘Você nunca será livre se escolher usar drogas’.

A campanha — Lançada em junho de 2019, a primeira fase da campanha atingiu, apenas na internet, 16,7 milhões de usuários únicos. Além do conteúdo on-line, foram feitas divulgações em TV, DOOH (monitores de alta tecnologia), MUB (abrigos de ônibus), rádio, minidoor social, cartazes e redes sociais.

Foram realizadas também ações de comunicação, com a participação de atletas de 104 equipes masculina e feminina do esporte brasileiro. Antes ou ao final das partidas, era mostrada uma faixa com a frase conceito da campanha.