Autor: L. Santana

Após fortes chuvas 101 cidades mineiras estão em estado de emergência

Na última terça-feira (28), a Defesa Civil Nacional divulgou uma lista com 101 cidades de mais de 54 municípios que sofreram grandes estragos realizados pelas chuvas e que estão em estado de emergência no estado de Minas Gerais.

As cidades mineiras listadas são: Almenara, Antônio Dias, Barão de Cocais, Belo Vale, Bocaiúva, Bom Jesus do Galho, Caputira, Cipotânea, Conselheiro Lafaiete, Cordisburgo, Coronel Fabriciano, Crucilândia, Diamantina, Diogo de Vasconcelos, Durandé, Entre Rios de Minas, Felício dos Santos, Felixlândia, Fervedouro, Guaraciaba, Igaratinga, Inimutaba, Ipaba, Ipanema, Itapecerica, Jeceaba, Juatuba, Lamim, Manhumirim, Mário campos, Miradouro, Moeda, Nova Era, Nova União, Oliveira, Ouro Branco, Paula Cândido, Pintópolis, Ponte Nova, Rio Casca, Rio Piracicaba, Rosário da Limeira, Santa Cruz do Escalvado, Santa Maria do Itabira, Santana do Manhuaçu, Santana dos Montes, Santo Antônio do Grama, São Geraldo, São Gonçalo do Rio Abaixo, São João do Manhuaçu, Senhora de Oliveira, Setubinha, Timóteo, Tombos, Abre Campo, Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Caeté, Caparaó, Carangola, Cataguases, Congonhas, Contagem, Divino, Dores do Turvo, Ervália, Espera Feliz, Guidoval, Ibiaí, Ibirité, Luis Burgo, Manhuaçu, Mariana, Mateus Leme, Matipó, Monjolos, Muriaé, Nova Lima, Orizânia, Patrocínio de Muriaé, Pedra Bonita, Raposos, Raul Soares, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Bárbara, Santa Luzia, Santa Margarida, São Gonçalo do Sapucaí, Sarzedo, Senador Firmino, Simonésia, Taquaraçu de Minas, Teófilo Otoni, Tocantins, Ubá e Visconde do Rio Branco.

De acordo com a MDR (Ministério do Desenvolvimento), as prefeituras poderão acessar os recursos federais para assistência, restabelecer serviços essenciais, reconstruir estruturas danificadas e elaborar ações de socorro. Foi divulgado que a verba estipulada é de aproximadamente R$ 90 milhões

Segundo a Defesa Civil Nacional, está sendo realizado um treinamento para que os municípios elaborem propostas de uma forma correta e com todos os documentos necessários, com fotografias dos danos causados.

O Ministro do Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto anunciou que neste domingo (26), em Belo Horizonte/MG a União irá antecipar os benefícios do Bolsa Família, FGTS e a utilização do Sistema Único de Assistência Social

Saldo de crescimento de emprego cresceu em 19% em 2019

Há algo em comum entre restaurantes, salões de beleza, clínicas médicas e lojas de assistência técnica especializada. Todos esses estabelecimentos fazem parte do setor de serviços, o principal responsável pelo avanço do emprego formal em Minas Gerais. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ele gerou 55.213 vagas com carteira assinada de um saldo total de 97.720 postos de trabalho abertos no Estado em 2019.

Os dados divulgados pelo Ministério da Economia, na última sexta-feira (24/01), mostram uma recuperação do emprego formal em Minas Gerais, mesmo com as dificuldades fiscais enfrentadas pelos municípios mineiros. No acumulado do ano, o Estado registrou 15.801 postos de trabalho a mais que em 2018. Essa diferença representa uma evolução de 19,28% no estoque de vagas abertas.

A expansão de admissões em relação às demissões deve-se, especialmente, a setores estratégicos para a economia mineira, como a construção civil (7,72%), a indústria extrativa mineral (4,04%) e os serviços (3,43%). A agropecuária, por sua vez, foi o único setor a registrar recuo no número de vagas formais em Minas (-0,93%). Já o comércio fechou o ano com saldo positivo de 1,37% de contratações.

A economista da Fecomércio MG, Bárbara Guimarães, atribui a reversão do quadro de desemprego a fatores como a inflação controlada, a queda dos juros básicos a 4,5% ao ano e as reformas estruturais aprovadas. “O ambiente de otimismo vivido no ano passado permitiu setores como a mineração – afetada no início de 2019 pela tragédia em Brumadinho – e a construção civil – em baixa desde a crise – elevarem o percentual de contratações no Estado”, avalia.

Em relação ao comércio, Bárbara considera que o consumo aquecido e a confiança do empresário foram determinantes para a evolução do emprego em Minas. “As medidas de liberalização da economia implementadas no país durante o ano passado motivaram um comportamento mais positivo de quem empreende. Não por acaso, o Índice de Condições Atuais do Empresário do Comércio de Belo Horizonte expandiu 22 pontos percentuais de 2018 para 2019”, quantifica.

Números anteriores à crise

No Brasil, os resultados do Caged 2019 revelam que 644.079 vagas formais foram geradas, 21,63% a mais que o apurado em 2018. O saldo é o melhor em números absolutos desde 2013, quando o país criou mais de 1,1 milhão de empregos com carteira assinada. Todos os oito setores verificados encerram o ano com estoque positivo, com destaque para os serviços, responsável pela geração de 382,5 mil postos de trabalho, e para o comércio, com 145,4 mil admissões.

Entre as regiões geográficas do país, os melhores saldos de postos de trabalho formais no ano passado ficaram como a Região Sudeste (318,2 mil), seguida pela Sul (143,2 mil), Nordeste (76,5 mil), Centro-Oeste (73,4 mil) e Norte (32,5 mil). Já em relação aos estados, os desempenhos mais satisfatórios foram registrados em São Paulo (184,1 mil), Minas Gerais, (97,7 mil) e Santa Catarina (71,4 mil).

Opção pós-reforma

O trabalho intermitente também colaborou para o resultado do Caged em 2019. No período, a modalidade gerou 85,7 mil empregos, 13,3% do total de vagas criadas em todo o país. Os setores de serviços (39,7 mil) e comércio (24,3 mil) foram os destaques dessa forma de trabalho, que permite ao profissional prestar atividades em períodos alternados, conforme a demanda do empregador.

Vale e outras 16 pessoas são denunciadas por crime socioambiental de Brumadinho

Na última terça-feira (21) o Ministério Público de Minas Gerais efetuou uma denúncia á 2° Vara Criminal de Belo Horizonte/MG, devido á homicídios duplamente qualificados, destinada ao ex-presidente da Vale Fabio Schvartsman, além de 11 funcionários, cinco empresas de certificações e a Tüv Süd testes e inspeções que atestaram que a barragem era segura.

Além disso ambas as empresas inclusive foram denunciadas pelo rompimento da barragem I da mina Córrego do Feijão na cidade de Brumadinho/MG, da Vale que levou 272 pessoas a óbitos, deixou 11 desaparecidas e também contaminou o rio Paraopeba. Todos irão responder pelo crime socioambiental , que prejudicou diversos pescadores e retirou o meio de subsistência de diversas pessoas e que completa 1 ano no próximo dia 25.

Segundo Antônio Sérgio Tonet Procurador Geral de Justiça de Minas Gerais, a Mineradora Vale não tem feito nada a favor do estado ou das vitimas afetadas, não há nada feito de forma voluntária, tudo o que tem sido feito foi determinado pela justiça ou objeto acordado dentro das ações já ponderadas e que é uma obrigação legal da empresa indenizar e reparar os danos de forma integral os que foram atingidos pelo ocorrido.

A Marcha dos Atingidos

Entretanto foi criado um movimento denominado a Marcha dos Atingidos que foi organizada pelas vitimas, o movimento em seu segundo dia percorreu as ruas da cidade de Pompéu/MG em direção as margens do rio Paraopeba que foi atingido por rejetos da mineração.

Segundo José Geraldo membro do movimento, o objetivo da marcha é mostrar que os danos do rompimento da barragem foi além de Brumadinho/MG e que a contaminação esta passando pelo rio Paraopeba e já esta chegando na represa de Três Marias, além disso ressaltou a importância do rio Paraopeba para a sobrevivência das pessoas dependentes dele.

A noticia do movimento chegou até o ex-presidente Luiz Inácio da Silva que confirmou presença no movimento na próxima sexta-feira (24) que ocorrerá na cidade Betim/MG. A marcha continuará percorrendo diversas cidades até o dia 25 que será a data de chegada em Brumadinho onde ocorrerá atos solidários para todos os atingidos pela tragédia

SISU: Ferramenta simula resultados de aprovação

Criada pela startup Evolucional, ferramenta usa dados de anos anteriores para estimar a probabilidade de aprovação em cursos superiores por meio da nota do Enem


Com a divulgação dos resultados individuais dos estudantes que prestaram o Enem 2019, muitos candidatos ficam em dúvida sobre como usar suas notas para conquistar uma vaga em curso superior pelo SiSU – Sistema de Seleção Unificada. Pensando nisso, a Evolucional – startup especializada em avaliações e uso de dados para educação – criou uma ferramenta gratuita, o Mapa do SiSU, que simula diferentes cenários possíveis e estima a possibilidade de ingresso em todos os cursos que oferecem vagas pelo Enem.

Para ter acesso às análises, basta que o usuário entre no site http://mapadosisu.com.br e faça um cadastro. Ao acessar o sistema, ele deverá inserir suas notas em cada área e na redação. A partir desses dados, o sistema utilizará as notas de corte de anos anteriores para simular os resultados de 2020, oferecendo ao estudante uma estimativa dos cursos em que ele seria aprovado.

“Nossa análise considera os resultados de anos anteriores”, explica Vinícius Freaza, Diretor de Inovação Pedagógica da Evolucional. “É importante lembrar que, conforme os estudantes se inscrevem no site oficial, a nota de corte se altera. Por isso, o simulador é bastante útil para o estudante ter uma noção do quanto a sua nota representará ao final do prazo”, prossegue Freaza.

Ainda segundo Vinícius, “você pode pensar na inscrição no SiSU como uma aposta: cada candidato tem duas fichas, que podem ser colocadas em dois cursos diferentes (primeira e segunda escolha). Quanto mais alto o resultado na prova do Enem, maior o valor dessas “fichas”. A grande vantagem do Mapa do SiSU é usar os dados finais das edições mais recentes, dando uma percepção mais realista sobre a nota que será necessária para aprovação em cada curso em 2020. O sistema também leva em conta o peso relativo de cada área e da redação do Enem e as notas de corte para cotistas. Assim, a “aposta” é muito mais certeira. Se o estudante perceber que seu resultado não será suficiente para o ingresso no curso ou universidade preferidos, ele tem a chance de trocar a escolha antes do prazo final”, completa o especialista.

Neste ano, os resultados individuais do Enem foram publicados em 17 de janeiro e o site do SiSU receberá as inscrições no período de 21 a 24 de janeiro. A edição terá 237.128 vagas em 128 instituições de todo o país.

Custo de materiais escolares aumentam em 300% neste ano

Para a maioria dos brasileiros, o ano começa com muitas contas. E para os pais, além da rematrícula da escola, uma das principais despesas está relacionada à compra do material escolar. Segundo pesquisa realizada pelo Procon-SP o preço do material em São Paulo pode variar 300% – eles analisaram os valores de 126 produtos em oito lojas. Por exemplo, o preço do estojo de giz de cera com 12 cores chegou a 266% – de R$ 1,50 para R$ 5,50. A maior diferença foi na borracha branca, com um aumento de 333% – ficou entre R$ 0,60 e R$ 2,60.

Pensando em ajudar os pais a se organizarem, a Simplic – primeira fintech a oferecer empréstimo 100% online a pessoas físicas – separou cinco dicas de como economizar na compra do material escolar do seu filho. Leia abaixo.

1 – Reaproveite materiais antigos

Antes de ir às compras, veja em casa se não “sobrou” alguns materiais do ano passado. Sempre tem aquele caderno que não usou inteiro, canetas e lápis que podem ser aproveitados. Também podem usar alguns materiais que não estragam tão rápido assim, como: tesoura, apontador, grampeador, régua, etc. Livros antigos também podem servir de doação para outros alunos

2 – Faça pesquisas

Realizar pesquisas em sites de buscas é sempre uma ótima opção – você consegue comparar os valores e às vezes até fazer a compra online. Guardar panfletos de lojas também pode ajudar na análise dos preços, além de tê-los em mãos, o estabelecimento é obrigado a cumprir com os valores divulgados – segundo o Código de Defesa do Consumidor.

3 – Compre com antecedência

Faça compras um tempo antes do retorno às aulas. Normalmente, quando está próximo algumas papelarias e lojas costumam subir os preços do material escolar. Comprando com antecedência, você garante materiais até de primeira linha com um melhor custo-benefício.

4 – Compras coletivas

Nessa época os pais estão com o mesmo propósito: economizar com a compra dos materiais – por isso, uma boa sugestão é se organizar com eles e ir até uma única papelaria juntos. Algumas lojas dão descontos para compras em grupo e grandes quantidades.

5 – Financie a compra

Muitos pais não conseguem fazer as compras por conta de todos as dívidas do início do ano e com isso, procuram por outra alternativa para resolver essa situação. Uma opção são as fintechs, por exemplo, a Simplic. Ela oferece crédito rápido e seguro e 100% online. O processo é bem simples: o cliente faz a simulação de crédito no site pelo computador ou celular. O cadastro não leva nem 5 minutos e ele fica sabendo na mesma hora se está pré-aprovado e pode receber o dinheiro na conta em menos de 24 horas.

Projeto de revegetar área em Brumadinho tem sucesso

O programa Marco Zero tem o intuito de reconstituir o Ribeirão Ferro-Carvão e revegetar as matas ciliares com plantas nativas, esse programa pode servir de base para grande parte dos 9,6 quilômetros de devastamento do Ribeirão após o rompimento da barragem.

Com a ajuda de fotografias disponibilizadas por satélite e da tecnologia Green Wall, o curso do ribeirão foi redemarcado e foi possível a recuperação aquífera e vegetal ajudando assim a reconstruir o Ribeirão. Além disso a área entorno foi aterrada novamente recuperando assim sua topografia anterior.

Segundo a Vale esse projeto já tem uma duração de 5 meses e conta com 60 operários e muito trabalho com o maquinário, a conclusão para o piloto deste projeto está estipulada para fevereiro deste ano e os investimentos que estão sendo aplicados neste projeto estão dentro dos recursos financeiros aplicados nas obras de contenção para a barragem em Brumadinho e esse valor pode chegar até 1,8 bilhão até 2023.

Mulher é presa por tráfico de drogas no Bairro Bela Vista

No último domingo (05), uma mulher foi presa por envolvimento com o tráfico de drogas, em Curvelo/MG.

Durante uma operação policial com o objeto de combater o tráfico de drogas, no Bairro Bela Vista, um mulher (34) foi abordada e submetida a uma busca pessoal.

Segundo o Tenente Márcio Brandão, a mulher foi visualizada com um suspeito volume no abdômen por debaixo da vestimenta e quando realizaram a abordagem foram encontradas barras de substância semelhante a maconha, após ser interrogada diversas vezes a mulher assumiu a posse da substância.

A autora foi presa e encaminhada a delegacia juntamente com as substâncias encontradas.

Três vitimas feridas em acidente na BR-259 em Inimutaba

Na última segunda-feira (06), três pessoas sofreram um acidente na BR-259, em inimutaba/ MG.

Segundo a Policia Militar, o motorista (66) do veículo que seguia para Curvelo informou aos policiais que encontrou dois automóveis parados em fila dupla na estrada e que para evitar a colisão nos veículos tentou desviar para o acostamento e acabou caindo em um valeta.

O Motorista passou por exames para garantir que não estava embriagado e o teste deu negativo e também estava com todos os documentos em dia. O casal ficou com algumas escoriações pelo corpo e adolescente (13) que estava no veiculo fraturou um dos dedos de sua mão, todos foram socorridos pelo corpo de bombeiros e encaminhados para o pronto atendimento de Curvelo.

Verão 2020: confira algumas tendências que irão bombar

O Verão já está chegando e você que ama tendências deve estar muito curioso pra saber o que vai bombar no verão de 2020, aqui você confere várias tendências que estão de volta pra arrasar nos looks de 2020.

Estampa Tie Day

As peças com estampa tie day estarão com tudo nesse verão de 2020, você irá encontrar várias peças com essas estampas sendo elas, camisetas, saias e vestidos. Lembrando que o tie day é uma estampa criativa, abstrata e colorida combina super com os tons quentes e cheios de cores do verão

Xadrez Vichy

O xadrez vichy também vai estar em alta nesse verão com diversas cores e modelos não só com tons convencionais, aposte em tons suaves e claros que também combinam muito com esse tipo de estampa xadrez. o xadrez vichy traz um ar delicado e sofisticados.

Ombreiras e Mangas Bufantes

As mangas bufantes e as ombreiras, que já estão em alta agora no inverno de 2019 estarão ainda mais fortes no verão de 2020 essas peças vem conquistando diversas celebridades ao redor do mundo e tem uma pegada romântica e delicada.

Laços e nós

Os laços e os nós vão ser o auge no verão de 2020, diversas peças como Vestido, saias e macaquinhos terão detalhes com laços e nós, além de acessórios para cabelo que trarão feminilidade e delicadeza.

Jeans ácidos ou Wash Jeans

O jeans ácido é um jeans de lavagem bem clara e que sertá bem facil de combinar com cores suaves, os jeans ácidos lembram um pouco das estampas tie day, cheio de criatividade e originalidade.

Calças cargo

Um exemplo de funcionalidade e estilo são as calças cargo, que além de super práticas com muitos bolsos para poder guardar várias coisas, ainda são super estilosas que dão um ar de originalidade e confiança para o seu visual.

Bermuda Ciclista

Essa peça divide opiniões, alguns amam outros odeiam mas mesmo assim as calças ciclistas estarão em alta no verão de 2020. As bermudas ciclistas são muito populares internacionalmente e no Brasil será que essa moda pega?

Saias e vestidos com cortes assimétricos

peças com cortes assimétricos ou como são chamados cortes em calda irão invadir o guarda roupa de muitas mulheres que adoram leveza e fluidez nos seus looks e além disso essas peças estão carregadissimas de movimento e feminilidade.

Acessórios com materiais naturais

As bolsas de palha e as roupas de crochê e trico estão voltando com tudo, além de serem peças com uma cara bem praiana combinam muito com o verão.

Use e abuse da sua criatividade

Agora que você sabe tudo o que vai bombar no verão de 2020 aproveite para criar looks com a sua personalidade e que também estejam na moda, usem bastante as dicas e abuse em 2020.

Caminhão vendido ilegalmente é recuperado pela Policia Civil em Curvelo

Na última quarta-feira (11), foi recuperado pela Policia Civil um caminhão que seria vendido sem autorização, no bairro Bom Jesus, em Curvelo/MG.

Segundo a Policia Civil, após algumas investigações da Delegacia de Furtos e Roubos de Curvelo, foi recuperado um caminhão negociado pelo motorista sem a autorização do proprietário do veículo. De acordo com o Delegado Robert Carvalhaes Levy na sexta-feira (06) o funcionário comunicou ao seu patrão que iria sair de Betim/MG, para realizar a entrega de uma carga de Curvelo a Montes Claros/MG.

Na segunda-feira (09), o proprietário do veículo recebeu uma ligação de um individuo que solicitava os documentos do veículo para realizar a transferência afirmando que havia comprado o caminhão que havia pagado uma parte do valor e que iria ficar com a divida do financiamento. O proprietário informou que o veículo não estava a venda e o comprador disse que devolveria o veículo quanto obtivesse a quantia paga reembolsada.

O Delegado Robert Carvalhaes Levy informou que o autor pode responder por modalidade especifica de estelionato, por dispor-se de uma coisa alheia como se fosse de sua posse. O suposto comprador do veículo foi encaminhado a Delegacia para prestar depoimento e segundo os policiais ele foi considerado vitima do motorista, o mesmo ainda não foi localizado.